Moscou: Mulher presa por assassinato após brandir a cabeça decepada de uma criança

Investigadores de Moscou disseram em um comunicado que a babá não identificada era da Ásia Central e que ela estava passando por testes psiquiátricos para ver se ela estava mentalmente sã e se entendia o significado do crime que disseram que ela cometeu.

Investigadores russos disseram na segunda-feira que prenderam uma babá e a acusaram de assassinar uma criança sob seus cuidados depois que a mídia local transmitiu imagens de uma mulher brandindo uma cabeça decepada perto de uma movimentada estação de metrô de Moscou.

Investigadores de Moscou disseram em um comunicado que a babá não identificada era da Ásia Central e que ela estava passando por testes psiquiátricos para ver se ela estava mentalmente sã e se entendia o significado do crime que disseram que ela cometeu.

Lifenews.ru, um portal de notícias online com estreitos contatos com a polícia, publicou um vídeo de uma mulher que identificou como babá. Vestida de preto, ela foi vista vagando pela rua segurando a cabeça decepada de uma criança bem no alto.

O portal disse que um policial abordou a mulher para verificar seus documentos e que ela respondeu retirando a cabeça da criança de uma bolsa e gritando que matou a criança.

Um repórter do jornal RBC disse que a mulher também havia sido ouvida gritando Allahu Akbar (Deus é Grande). Os investigadores disseram que a criança assassinada tinha três ou quatro anos e que a babá a matou no apartamento da família em Moscou antes de colocar fogo no local e fugir.

O motivo do crime era desconhecido, disseram.