Filipinas estende proibição de viagens a 10 países devido a preocupações com a Delta

A proibição de viagens, que foi imposta em 27 de abril, foi prorrogada várias vezes e expandida para incluir Paquistão, Bangladesh, Sri Lanka, Nepal, Emirados Árabes Unidos, Omã, Tailândia, Malásia e Indonésia.

As autoridades nas Filipinas estão lutando para conter um salto nos casos de coronavírus para um máximo de quatro meses, com infecções ficando acima da marca de 12.000 pelo segundo dia consecutivo na quinta-feira, e hospitais em algumas áreas quase lotados. (Reuters / Lisa Marie David)

As Filipinas vão estender a proibição de viajantes da Índia e de outros nove países até o final de
Agosto, devido às preocupações apresentadas pela variante Delta do coronavírus, altamente contagiosa, disse o porta-voz presidencial na sexta-feira.

As autoridades nas Filipinas estão lutando para conter um salto nos casos de coronavírus para um máximo de quatro meses, com infecções ficando acima da marca de 12.000 pelo segundo dia consecutivo na quinta-feira, e hospitais em algumas áreas quase lotados. A proibição de viagens, que foi imposta em 27 de abril, foi prorrogada várias vezes e expandida para incluir Paquistão, Bangladesh, Sri Lanka, Nepal, Emirados Árabes Unidos, Omã, Tailândia, Malásia e Indonésia.

O presidente Rodrigo Duterte aprovou a recomendação da força-tarefa do coronavírus de estender as restrições de viagens de 16 a 31 de agosto, disse o porta-voz presidencial Harry Roque em um comunicado. milhões de pessoas, permanece sob um bloqueio estrito para conter a propagação do Delta, enquanto o governo aumenta sua campanha de vacinação.

Com cerca de 11% dos 110 milhões de habitantes do país totalmente imunizados, milhões ainda permanecem altamente vulneráveis ​​à Covid-19, que matou mais de 29.500 no país do sudeste asiático. À medida que os casos aumentam, mais hospitais na região da capital relataram unidades de terapia intensiva , os leitos e enfermarias de isolamento estavam quase lotados e alguns tiveram que recusar novos pacientes devido à falta de leitos e ventiladores.